Loja virtual

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Vinho na Temperatura Certa? Agradeça o Surfista.


Ele nasceu pobre, vendeu jornais aos 9 anos para ajudar a família que passava pela Grande Recessão dos anos 20, nos Estados Unidos.

Pegou sua primeira onda em 1934, em Santa Mônica, e nunca mais largou o mar. Fundou a primeira Surf Shop do mundo, esteve na Primeira Grande Guerra.

Mesmo os não aficionados pelo surf já viram a marca O’Neill em centenas de produtos.
Jack O’Neill, hoje um jovem de 91 anos, foi o responsável também por uma grande invenção: a roupa de neoprene.

Antes dela era impossível mergulhar em mares gelados e ter mobilidade ao mesmo tempo. Nos anos 50 ele começou a trabalhar na ideia de uma roupa de borracha que protegesse contra o frio das águas e ao mesmo tempo permitisse os movimentos indispensáveis para os surfistas.

Depois de vários testes  com borracha comum teve enfim contato com um cientista que estava desenvolvendo um tecido emborrachado para forrar o chão e os bancos dos aviões militares. Era o esboço do neoprene, que se trata de uma borracha sintética, derivada do petróleo, expandida sob alta pressão e temperatura.

Conseguiu algumas amostras e fez o primeiro colete à prova de ondas congelantes. Daí pra frente foi só sucesso.
Graças ao dedicado surfista hoje é possível ir a mares nunca d’antes mergulhados, trabalhar em baixas profundidades, resgatar pessoas em meios líquidos e... conservar seu vinho na temperatura correta!

Depois da primeira confecção foi fácil inventar coisas novas que vão desde luvas a capas para notebook passando por artigos de moda e chaveiros.

A bolsa para vinho em neoprene, uma das melhores invenções depois da roupa de mergulho, tem a mesma função desta: manter a temperatura daquilo que está envolto. Por isso o corpo humano se mantém aquecido mesmo em baixíssimas temperaturas e a garrafa de vinho fria ou gelada por muito mais tempo que usando de qualquer outro artifício.

Vale muito a pena ter uma bolsa para transportar o vinho que acabou de sair da adega ou geladeira ou mesmo para usar durante o serviço em dias mais quentes. Como o material é extremamente elástico, é possível colocar qualquer tipo de garrafa de 750ml dentro da bolsa. E além de manter a temperatura, a bolsa torna a garrafa mais resistente a quedas e batidas.


É ou não é para agradecer de todo o coração esse rapaz?


Ainda não tem essa maravilhosa invenção? Compre na nossa loja virtual:



quarta-feira, 24 de setembro de 2014

A Temperatura do Vinho

Até hoje muitas pessoal tem dúvidas em relação à temperatura ideal para servir os vinhos. A temperatura tem efeito crucial no aroma e no sabor de um vinho. 

Quanto mais frio, mais fechados ficarão os aromas. Se a temperatura estiver muito elevada, o álcool sobressairá e deixará uma sensação desagradável no nariz.


Na boca, alguns graus a mais ou a menos podem arruinar um vinho equilibrado. O calor aumenta a sensação de doçura e acidez. Já as temperaturas mais baixas acentuam o amargo e a adstringência dos taninos.

Confira no nosso último infográfico qual a temperatura ideal para cada vinho:


sábado, 20 de setembro de 2014

Importação e o Diferencial da Casa do Vinho - Famiglia Martini

A Casa do Vinho - Famiglia Martini é uma importadora de vinhos sediada em Belo Horizonte. 95% dos vinhos são exclusividade. Somos uma empresa muito tradicional, fundada em 1947, e nosso foco é a qualidade absoluta dos produtos vendidos.

Escolhemos cada um dos produtores pessoalmente, a dedo. Mantemos com cada um deles um contato que vai muito além do profissional. Dessa forma, transmitimos através dos nossos vinhos todo o cuidado e carinho que dedicamos a cada etapa do processo que vai desde a escolha de cada rótulo ao esmerado atendimento aos nossos clientes.

Além disso, todos os nossos vinhos são light no bolso. Não existem gordurinhas para serem queimadas. Não investimos em grandes campanhas de marketing, catálogos, distribuidores. Também não fazemos promoções mirabolantes. Preferimos investir naquilo que acreditamos: no vinho, nu e cru, honesto e com preços justos. Pois a nossa relação com o vinho não é somente comercial, mas profundamente passional.

O amor que nossos clientes dedicam ao vinho na outra ponta é o mesmo que empregamos desse lado.

Nossa história e tradição são preservadas por gerações. Além da loja virtual, estamos presentes em dois endereços. A loja mais antiga é um casarão histórico datado de 1932, pertencente à família desde sua construção. A segunda loja é moderna e aconchegante.

Nos nossos endereços físicos o cliente pode conhecer e ser atendido pela nossa família, pessoalmente, e conhecer nossa adega climatizada. Na loja virtual,o cuidado continua e você será atendido por uma sommelière profissional.



Escolha a loja que preferir e venha nos fazer uma visita. Será um prazer conhecê-lo!


terça-feira, 16 de setembro de 2014

O Vinho na Panela

Cozinhar com vinho é delicioso. Além de deixar os pratos ainda mais saborosos, é uma excelente fonte de prazer. Vinho e comida... uma relação de cumplicidade!

O vinho melhora o sabor dos pratos, deixa a mesa colorida, alegra os ambientes e tem o poder de transformar uma simples refeição em um verdadeiro banquete. O vinho é utilizado pelos grandes cozinheiros na culinária há séculos, pois eles sempre acreditaram em seu potencial de acrescentar aromas e sabores aos pratos. 

O vinho pode ser utilizado para marinar carnes e aves, pois as tornam mais macias em ensopados de longo cozimento. Na tradição italiana, os vinhos são utilizados também em sopas e sobremesas. Mas, qual o tipo mais adequado para cozinhar? Seguem algumas dicas para se colocar o vinho na panela:

- O vinho para cozinhar não precisa ser refinado, porém tem que ter boa qualidade e estar bem conservado, pois ao longo do processo ele irá concentrar seus sabores.

- É importante esperar o tempo necessário para o álcool evaporar, evitando assim um gosto desagradável no final.

- Não use em excesso, o vinho pode deixar a comida muito ácida.

- Se a receita pedir vinho seco, respeite a receita. Nada de substituir por outro que seja suave e vice-versa.

- O tempo de cozimento pode variar. Para deglaçar: 2 minutos. Nos molhos, em fogo baixo: 15 minutos. Para ensopados e ragus: 1 hora. Para tirar o álcool do vinho, basta cozinhá-lo até reduzir 1/3 de seu volume.

- Não use panela de alumínio, ferro ou cobre. Estes materiais reagirão com o ácido do vinho e resultarão em um sabor metálico. Panelas muito pequenas em fogo alto podem queimar o vinho.

Quando e como usá-los?

- Em marinadas: agem mais intensamente em aves e peixes do que em carnes vermelhas.

- Em caldos: para caldos de peixe, vinhos brancos, em caldos escuros como de carne, vinhos tintos.

- Em molhos: 1 parte de vinho para 3 partes de molho (líquido, creme ou manteiga).

- Em sopas, ensopados ou ragu: 1 parte de vinho para 3 partes de líquido.

- Em recheios: enriquece o sabor.

- Evite usá-los em vegetais, o vinho atrapalha o cozimento dos mesmos.

- Em frutas: peras, maçãs, pêssegos e ameixas, servidas em vinho retém seu frescor e ganham cor. Dê preferência para os vinhos doces como Porto, Madeira, Marsala e vinhos licorosos.

- Queijos: vinhos brancos enriquecem molhos de queijo.

- Ovos: em geral não reagem bem ao vinho.

- Molhos para massa: acrescentar uma pequena quantidade nos 10 minutos finais do cozimento.

- Arroz: em risotos ou paellas essenciais como primeiro líquido do cozimento.

- Algumas combinações com vinhos não reduzidos: frutas frescas como melão, ficam deliciosas quando servidas com espumantes. Cantucci (biscoito típico toscano) embebido em vinho santo.

Importante: o vinho não é apenas um ótimo ingrediente para os pratos como também ótima ‘companhia’ para os chefs. Vai deixar todo processo ainda mais gostoso e divertido. Aproveite: antes, durante e depois da refeição! Bom apetite!!


Sugestão da semana, para beber e se deliciar:




quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Curiosidades do Mundo do Vinho

 - Você sabia que uma garrafa serve aproximadamente 5 taças? Este número vai variar conforme a ocasião e o tipo de vinho. Vinhos mais alcoólicos normalmente são servidos em menor quantidade podendo chegar a 8 taças. Mas, são estimativas e depende de quem vai beber, só não dá para ficar enchendo muito a taça, pois aí não dá nem para girar sem derramar. O ideal é servir no máximo 1/3 da taça.

 - Em média, 2 pessoas demoram aproximadamente 2,5 hs para beber uma garrafa de vinho.

 - Se você beber, durante toda sua idade adulta, 1 garrafa de vinho por semana, seu consumo será de aproximadamente 2.970 garrafas

 - Se você beber, durante toda sua idade adulta, 1 taça de vinho por dia, seu consumo será de aproximadamente 4.160 garrafas

 - Uma garrafa de vinho tem em média 750 calorias

 - Vinhos secos têm zero gordura e 2g de carboidratos

 - Existem 1.368 variedades de uvas viníferas no mundo

 - A Cabernet Sauvignon é a uva mais plantada no mundo

 - Em 2010, a quantidade de vinho produzida no mundo seria o equivalente a 5 garrafas por habitante

 - Em média, 1 garrafa de vinho contém 520 uvas (podendo variar de 300 a 900) conforme a variedade. Por exemplo: Merlot ~550; Chardonnay ~600

 - Uma barrica padrão contém 295 garrafas de vinho


Fonte: Wine Folly

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...