Loja virtual

sábado, 20 de setembro de 2014

Importação e o Diferencial da Casa do Vinho - Famiglia Martini

A Casa do Vinho - Famiglia Martini é uma importadora de vinhos sediada em Belo Horizonte. 95% dos vinhos são exclusividade. Somos uma empresa muito tradicional, fundada em 1947, e nosso foco é a qualidade absoluta dos produtos vendidos.

Escolhemos cada um dos produtores pessoalmente, a dedo. Mantemos com cada um deles um contato que vai muito além do profissional. Dessa forma, transmitimos através dos nossos vinhos todo o cuidado e carinho que dedicamos a cada etapa do processo que vai desde a escolha de cada rótulo ao esmerado atendimento aos nossos clientes.

Além disso, todos os nossos vinhos são light no bolso. Não existem gordurinhas para serem queimadas. Não investimos em grandes campanhas de marketing, catálogos, distribuidores. Também não fazemos promoções mirabolantes. Preferimos investir naquilo que acreditamos: no vinho, nu e cru, honesto e com preços justos. Pois a nossa relação com o vinho não é somente comercial, mas profundamente passional.

O amor que nossos clientes dedicam ao vinho na outra ponta é o mesmo que empregamos desse lado.

Nossa história e tradição são preservadas por gerações. Além da loja virtual, estamos presentes em dois endereços. A loja mais antiga é um casarão histórico datado de 1932, pertencente à família desde sua construção. A segunda loja é moderna e aconchegante.

Nos nossos endereços físicos o cliente pode conhecer e ser atendido pela nossa família, pessoalmente, e conhecer nossa adega climatizada. Na loja virtual,o cuidado continua e você será atendido por uma sommelière profissional.



Escolha a loja que preferir e venha nos fazer uma visita. Será um prazer conhecê-lo!


terça-feira, 16 de setembro de 2014

O Vinho na Panela

Cozinhar com vinho é delicioso. Além de deixar os pratos ainda mais saborosos, é uma excelente fonte de prazer. Vinho e comida... uma relação de cumplicidade!

O vinho melhora o sabor dos pratos, deixa a mesa colorida, alegra os ambientes e tem o poder de transformar uma simples refeição em um verdadeiro banquete. O vinho é utilizado pelos grandes cozinheiros na culinária há séculos, pois eles sempre acreditaram em seu potencial de acrescentar aromas e sabores aos pratos. 

O vinho pode ser utilizado para marinar carnes e aves, pois as tornam mais macias em ensopados de longo cozimento. Na tradição italiana, os vinhos são utilizados também em sopas e sobremesas. Mas, qual o tipo mais adequado para cozinhar? Seguem algumas dicas para se colocar o vinho na panela:

- O vinho para cozinhar não precisa ser refinado, porém tem que ter boa qualidade e estar bem conservado, pois ao longo do processo ele irá concentrar seus sabores.

- É importante esperar o tempo necessário para o álcool evaporar, evitando assim um gosto desagradável no final.

- Não use em excesso, o vinho pode deixar a comida muito ácida.

- Se a receita pedir vinho seco, respeite a receita. Nada de substituir por outro que seja suave e vice-versa.

- O tempo de cozimento pode variar. Para deglaçar: 2 minutos. Nos molhos, em fogo baixo: 15 minutos. Para ensopados e ragus: 1 hora. Para tirar o álcool do vinho, basta cozinhá-lo até reduzir 1/3 de seu volume.

- Não use panela de alumínio, ferro ou cobre. Estes materiais reagirão com o ácido do vinho e resultarão em um sabor metálico. Panelas muito pequenas em fogo alto podem queimar o vinho.

Quando e como usá-los?

- Em marinadas: agem mais intensamente em aves e peixes do que em carnes vermelhas.

- Em caldos: para caldos de peixe, vinhos brancos, em caldos escuros como de carne, vinhos tintos.

- Em molhos: 1 parte de vinho para 3 partes de molho (líquido, creme ou manteiga).

- Em sopas, ensopados ou ragu: 1 parte de vinho para 3 partes de líquido.

- Em recheios: enriquece o sabor.

- Evite usá-los em vegetais, o vinho atrapalha o cozimento dos mesmos.

- Em frutas: peras, maçãs, pêssegos e ameixas, servidas em vinho retém seu frescor e ganham cor. Dê preferência para os vinhos doces como Porto, Madeira, Marsala e vinhos licorosos.

- Queijos: vinhos brancos enriquecem molhos de queijo.

- Ovos: em geral não reagem bem ao vinho.

- Molhos para massa: acrescentar uma pequena quantidade nos 10 minutos finais do cozimento.

- Arroz: em risotos ou paellas essenciais como primeiro líquido do cozimento.

- Algumas combinações com vinhos não reduzidos: frutas frescas como melão, ficam deliciosas quando servidas com espumantes. Cantucci (biscoito típico toscano) embebido em vinho santo.

Importante: o vinho não é apenas um ótimo ingrediente para os pratos como também ótima ‘companhia’ para os chefs. Vai deixar todo processo ainda mais gostoso e divertido. Aproveite: antes, durante e depois da refeição! Bom apetite!!


Sugestão da semana, para beber e se deliciar:




quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Curiosidades do Mundo do Vinho

 - Você sabia que uma garrafa serve aproximadamente 5 taças? Este número vai variar conforme a ocasião e o tipo de vinho. Vinhos mais alcoólicos normalmente são servidos em menor quantidade podendo chegar a 8 taças. Mas, são estimativas e depende de quem vai beber, só não dá para ficar enchendo muito a taça, pois aí não dá nem para girar sem derramar. O ideal é servir no máximo 1/3 da taça.

 - Em média, 2 pessoas demoram aproximadamente 2,5 hs para beber uma garrafa de vinho.

 - Se você beber, durante toda sua idade adulta, 1 garrafa de vinho por semana, seu consumo será de aproximadamente 2.970 garrafas

 - Se você beber, durante toda sua idade adulta, 1 taça de vinho por dia, seu consumo será de aproximadamente 4.160 garrafas

 - Uma garrafa de vinho tem em média 750 calorias

 - Vinhos secos têm zero gordura e 2g de carboidratos

 - Existem 1.368 variedades de uvas viníferas no mundo

 - A Cabernet Sauvignon é a uva mais plantada no mundo

 - Em 2010, a quantidade de vinho produzida no mundo seria o equivalente a 5 garrafas por habitante

 - Em média, 1 garrafa de vinho contém 520 uvas (podendo variar de 300 a 900) conforme a variedade. Por exemplo: Merlot ~550; Chardonnay ~600

 - Uma barrica padrão contém 295 garrafas de vinho


Fonte: Wine Folly

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

A História do Vinho Importado no Brasil - Os Novos Anos 10

Primeira década do novo século finda, hora de inovar mais uma vez. Foi então criada a loja virtual, reflexo dos novos modelos de consumo de vinho.



O enófilo dos anos 10 está muito bem informado, viajou e conheceu muitas regiões e tem uma vasta experiência com vinhos. É exigente, ocupado e já disposto a comprar vinhos pela internet, coisa inimaginável há menos de 10 anos.
A loja continua com a tradição de passar informações claras e úteis, mas agora de maneira moderna e interativa.

Inovação e tradição

Uma das principais marcas do vinho em todo o lugar, Novo ou Velho Mundo, é o apego às tradições, à terra, à cultura e história. Ainda assim ele conseguiu modernizar-se e sobreviver – muito bem – ao mundo contemporâneo e tecnológico. Vinícolas passadas de mão em mão por gerações continuam firmes e fortes e demonstram a cada dia que tradição e inovação podem não apenas coexistir, mas dar-se muito bem.

A Casa do Vinho, que sempre se inspirou no modelo do vinho, seguiu pelo mesmo caminho. Cabeças fixas na tradição, mas com um pé sempre à frente. Nos orgulhamos de ter feito uma parte importante no desenvolvimento da história do vinho importado no Brasil.

Prezamos por nossa tradição de mais de 60 anos que vai se renovando e passando de pais para filhos.
Estamos preparados para os próximos 60 anos que virão.

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

História do Vinho Importado no Brasil - Surge o Novo Século


A era da tecnologia havia chegado. O site da Casa do Vinho vai, ao longo da década, modernizando e abrigando informações sobre vinho, dicas de degustação e viagens.

O informativo moderniza também e passa a se chamar The Wine Connection Card. Os assuntos abordados ganham ainda mais profundidade. Os enófilos já estão bastante familiarizados com o vinho e o consumo da bebida cresce a cada ano.

No final da década, com a internet já fazendo parte efetiva da vida das pessoas, impressos passam á obsolescência. É hora de modernizar mais uma vez.

Surge a News da Casa do Vinho e o Blog da Casa do Vinho, agora assumidos totalmente por Luiza Martini, que produz desde então todo o conteúdo.

Com as duas ferramentas foi possível alcançar um público muito maior, obter maiores recursos de publicações, que agora também passaram a contar com vídeos e mais fotos. As publicações puderam ficar mais frequentes e o público pode então participar ativamente.


Os enófilos passaram a ter acesso amplo a informações sobre vinho. As news e o blog puderam então passar a tratar de assuntos que não envolviam apenas a educação enológica básica. 

A comunicação com os clientes passou a ficar mais direta, leve e colaborativa. O consumidor brasileiro de vinhos começou a viajar mais, conhecer e compreender e, em consequência, tornou-se mais exigente.

Layout do site em 2004
Muitos dos vinhos que a Casa do Vinho já trazia há anos ou décadas tornaram-se reconhecidos mundialmente. Novas apostas foram feitas, sempre com o mesmo pensamento: trazer vinhos excelentes e acessíveis.

Layout do site até 2013

Leia também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...